Critérios de Avaliação

Os participantes que atenderem aos requisitos da primeira e segunda etapas terão seus Casos Práticos e Evidências avaliadas pela Comissão de Avaliação e Banca Julgadora, considerando-se a epistemologia, conteúdos e métodos propostos no âmbito da disciplina, conforme os critérios listados abaixo:



Pré-requisito:


Alinhamento da Proposta ao Plano de Ensino

Alinhamento da Proposta de sustentabilidade ao Plano de Ensino da Disciplina, formalizado e aprovado junto ao Departamento ou Faculdade competente.

 

 
Critérios Gerais: 
 
Quanto o caso relatado demonstra que promoveu: 
 
Critério Avaliação
Reflexão sobre o tema central da disciplina.
  • Reflexão sobre o tema central da disciplina, fazendo a conexão entre esse tema e questões sociais, ambientais e econômicas, tanto no curto como no longo prazo.
Reconhecimento e análise da complexidade das relações e busca por soluções inovadoras.
  • Reconhecimento e análise da complexidade das relações entre os processos naturais, sociais e econômicos, buscando soluções inovadoras para o ambiente das organizações.
Reflexão sobre o impacto das organizações e criação de valor.
  • Reflexão sobre o papel, a dinâmica e o impacto das organizações na criação de valores sociais, ambientais e econômicos.
Reflexão sobre o papel do estudante.
  • Reconhecimento e reflexão sobre o papel do estudante como futuro profissional e cidadão nesse contexto.
 
Critérios Específicos:
 
Critério Avaliação
O conteúdo proposto.
  • Nome Compreensão e consistência dos temas de sustentabilidade abordados, desde que trabalhados de forma conectada aos conteúdos da disciplina, respeitando seus objetivos. Será valorizada a articulação do conteúdo abordado com outras áreas de conhecimento e disciplinas do curso.
     
  • Nome Inserção dos conceitos de sustentabilidade de maneira contínua e sistemática ao longo do semestre, na disciplina, em todos os conteúdos e atividades aplicáveis, e não apenas de maneira pontual.
As estratégias metodológicas, sejam elas presenciais, não presenciais ou mistas, propostas para abordar os conteúdos e provocar reflexões.
  • Quanto as estratégias metodológicas:

    Nome Trabalham os valores e dilemas dos estudantes no exercício da sua profissão e estimulam o pensamento crítico, a sensibilização e a responsabilidade quanto à sustentabilidade;

    Nome Promovem o trabalho colaborativo, valorizando e estimulando o aprendizado com a diversidade e o protagonismo para a sustentabilidade;
     
    Nome Estimulam o olhar de oportunidades em relação aos desafios da sustentabilidade e o tema da matéria e, assim, a busca por soluções inovadoras que considerem o impacto em todos os públicos de interesse.
Os métodos de avaliação
  • Nome Inserção da sustentabilidade na metodologia que o(a) professor(a) utiliza para avaliar os aprendizados dos alunos, com base nos objetivos do plano de ensino e no escopo do Concurso; 
     
  • Nome Grau de inovação das métricas utilizadas ao longo do semestre que avaliem com mais precisão e amplitude o desenvolvimento e envolvimento do aluno com a sustentabilidade.

 

 

NOTA: Para análise dos critérios é imprescindível que o Caso seja digitado e digitalizado de forma legível e que todas as Evidências sejam legíveis ou de fácil visualização.

 

Também se levará em consideração:

 

-         A clareza na redação do Caso: apresentação de raciocínio lógico e poder de síntese em seu desenvolvimento e uso de informações objetivas e passíveis de comprovação; e

 

-         A correção ortográfica e gramatical, respeitando as normas da língua portuguesa.

 
 
Acesse aqui o Regulamento.